Pânico



Conversa ao telefone na segunda-feira, do lado de cá da linha: meu marido.




Marido:- Amanhã é feriado aqui em São Paulo, me ligue em casa ou no meu celular.
Pessoa: - Me passa o número do celular, eu não tenho.
Marido:- 71..-....
Pessoa:- Ih, espere um pouco, deu pânico na caneta...
Marido:- Certo.... (com a mão na boca para não cair na gargalhada)




imagem: Dega

3 comentários:

Edna Federico disse...

Hahahahahahahahahahahaha...coitada da caneta, deve ter ficado apavorada mesmo...depois de ouvir uma sandice dessa!

Girassol disse...

Pânico na caneta é uma expressão muito boa! Eu própria caí na gargalhada agora.. =)

Beijos.

Carol Barcellos disse...

Também dá pânico no lápis qdo quebra a ponta. Deve doer, né? Hahaha!!!

Beijos!