Mais um pouco de educação financeira

O que os pais devem evitar

Resista à tentação de presentear seu filho a todo momento.

Em hipótese alguma estabeleça relação entre as notas que a criança recebe na escola e o ganho de dinheiro.

Não suspenda a mesada como forma de castigar por malcriações ou baixo rendimento escolar.

Procure não estabelecer como condição para o recebimento da mesada a realização de tarefas em casa. Do contrário, pode acontecer, por exemplo, de seu filho recusar-se a cumprir as tais tarefas na semana em que não sinta a necessidade de receber dinheiro.

Uma vez que a criança já esteja madura o suficiente para compreender que o ideal é que ela seja capaz de dividir a mesada em partes iguais para “gastar” e “poupar”... os pais devem concentrar a atenção ao lado “poupador” da criança. Incentive-a a prosseguir poupando até alcançar a meta que havia se proposto.

Não se torture por não dar a seu filho todas as coisas que ele pede. Aliás, se você quer que ele venha a se tornar um adulto produtivo, com auto-estima e capaz de assumir responsabilidades, aí então, é que você não deve mesmo dar tudo o que ele lhe pede.



Extraído do livro: Educação Financeira - 20 dicas para ajudar você a educar seu filho



Autora: Cássia D´Aquino



Para ler mais assuntos abordados pela autora acesse: http://www.educfinanceira.com.br/

3 comentários:

PríncipeTito Blog disse...

A criança deve aprender que o dinheiro não cai do céu... Precisa batalhar para alcançar !!!

Adriana disse...

É difícil colocar um filho no mundo, mas não tem fórmulas. Mesmo a gente fazendo o que acha certo, acabamos errando. Porém, nada é perfeito, nem os pais...

Edna Federico disse...

Essas dicas são ótimas!
Beijos